selo verde tripadvisor

Conheça o lobo-guará, um dos habitantes do Portal do Equilibrium

lobo-guará (nome científico: Chrysocyon brachyurus) é uma espécie de canídeo  que habita o nosso Portal do Equilibrium e a Serra da Mantiqueira apesar de ser um animal típico do cerrado. 

É símbolo da luta contra a destruição do cerrado, seu habitát natural, para ampliação da agricultura e também é vítima constante de atropelamentos e caça.

É o maior canídeo da América do Sul, podendo atingir entre 20 e 30 kg de peso e até 90 cm na altura do ombro. Suas pernas longas e finas e a densa pelagem avermelhada lhe conferem uma aparência inconfundível. O lobo-guará é um animal onívoro, com importante papel na dispersão de sementes de frutos em suas fezes. As frutas constituem 90% de sua nutrição, chegando a caçar aves e pequenos roedores em outras situações.

É um animal crepuscular, mas seu padrão de atividade está mais relacionado com a umidade relativa do ar e com a temperatura. Os picos de atividade ocorrem entre 8h e 10h da manhã e 8h e 10h da noite. Em dias frios ou nublados podem ficar ativos durante todo o dia. Utiliza as matas ciliares, para descansar, principalmente nos dias mais quentes.

Solitário, os territórios são divididos entre um casal apenas quando a fêmea se encontra no período de reprodução. Esses territórios são bastante amplos, podendo ter uma área de até 123 km². A comunicação se dá principalmente através de marcação de cheiro, mas também ocorrem vocalizações semelhantes a latidos.

Os latidos são roucos, parecidos com os de um cachorro de porte grande, durando em média 0,7 segundos em intervalos de 2 a 4 segundos. São mais frequentes entre jovens de um mesmo território, sugerindo serem apenas um sinal para contato a grandes distâncias entre indivíduos conhecidos e não para a defesa de território.

As atitudes e opiniões dos seres humanos sobre o lobo-guará variam ao longo das populações, indo desde o medo e a tolerância, até aversão. Em algumas regiões do Brasil acredita-se que partes de seu corpo ajudem na cura de bronquite, doenças nos rins, e até picadas de cobras. Também acredita-se que possa trazer boa sorte. Essas partes podem ser dentes, o coração, orelhas e até mesmo fezes secas. Acredita-se que montar uma sela feita de couro do lobo-guará protege de má sorte.  Apesar dessas superstições, não existe uso em larga escala das partes desse animal. Ainda bem!

Em sociedades urbanas no Brasil as pessoas tendem a apresentar simpatia pelo lobo-guará, não vendo nele valores como animal de caça ou praga. Sua preservação é reconhecidamente importante e, apesar de ser popularmente associado à força e ferocidade, não é considerado um animal perigoso, mas tímido e curioso.

 Aqui, no Portal do Equilibrium, tratamos essa espécie com respeito e somos gratos pelo privilégio de ter animais em extinção e aqui, protegidos.

Fale Conosco

Para mais informações entre em contato conosco e retornaremos o mais rápido possível

Confira os parceiros do Portal do Equilibrium